PS contra o medo, acabou por tremer na campanha

O jogo psicológico das sondagens não ajudou. Os fantasmas também não. Líder esforçou-se por trazer esperança para os discursos e credibilidade para fazer diferente. Foco nos indecisos. Terá sido suficiente? Fazer balanços antes da… Continuar a ler

Reportagem: «Sem junta, ficamos aqui estúpidos»

Valongo, Avis. As pessoas batem à porta do presidente da freguesia para resolver problemas. Teme-se o fim do único serviço básico que ainda têm Escola, não há. Posto médico também não. Nem mercearia.… Continuar a ler

Quando as juntas de freguesia são a (única) janela para o mundo

Junta de Maranhão é posto de correios, ajuda a pagar contas. Não há médico nem farmácia. Só em Alcórrego, onde a junta avia receitas e mede a tensão Fica isolada. Lá no alto.… Continuar a ler

Na cabine do metro

VIAJAR CONTRA O TEMPO São vidas subterrâneas. Rotinas indiferentes. Passos apressados em direcção a mais um dia de trabalho. Objectivo? Chegar a tempo. Este é o metropolitano de Lisboa: lado a lado, maquinista… Continuar a ler

Viver como salário mínimo, por mínimo que seja

Sabe mesmo quanto leva para casa quem ganha 485 euros brutos, a partir deste mês 505 euros? E como gere as contas? Quem vive no limite, todos os meses, conta-lhe de viva voz… Continuar a ler

BES: Angola é mais do que a pergunta do milhão de dólares

Na verdade, são mais de três mil milhões de euros de créditos do BES ao BESA que desapareceram e que fizeram com que se tivesse de injetar mais dinheiro no Novo Banco do… Continuar a ler

BES: entre perguntas e respostas, desfia-se o novelo

Audições na comissão de inquérito ao BES e ao GES arrancam esta segunda-feira. Governador do Banco de Portugal será o primeiro a ser ouvido. Vêm aí longos meses de confronto cara a cara… Continuar a ler

Cabul não pode acabar nunca

No fim da missão, «o mais difícil é o regresso». Dois militares portugueses que estiveram no Afeganistão contam como foi e como é complicado voltar a ser um cidadão comum, em Portugal, sem… Continuar a ler

OE2015 no seu bolso: o que muda e a austeridade que fica

Não há aumento de impostos diretos, mas há aqueles que, de forma indireta, vão afetar milhares de cidadãos. Há (poucas) boas notícias e muita da austeridade de agora mantém-se Dia 15 de outubro… Continuar a ler

O Nobel inconveniente com a banca debaixo de fogo

Jean Tirole é o premiado pela Academia Sueca na área da Economia, com uma teoria que tem fortes implicações políticas. Diz que a banca é um setor «muito difícil de regular» Jean Tirole… Continuar a ler